Notícias
Para Dr. Panelli, o segundo semestre será tão intenso quanto foram os primeiros seis meses


Vereador em gozo do segundo mandato – foi eleito de 13 a 16 e agora (17 – 20) – o presidente da Câmara, Dr. Panelli, não tem dúvidas ao cravar que “o segundo semestre será tão intenso, trabalhado, desafiador e promissor como foram os primeiros seis meses da atual legislatura”, diz, ao ser questionado acerca do papel reservado ao Poder Legislativo nessa reta final de 2017.
Em termos de rentabilidade parlamentar, o trabalho dos vereadores precisa ser reconhecido como elevado. Idas á Brasília resultaram em elevado montante em se tratando de emendas parlamentares para investimentos em serviços de infraestrutura, o que encorpa o caixa da Prefeitura e permite que mais obras sejam realizadas. “Não foi gasto um centavo de recursos públicos, vez que não houve concessão de diárias e custeios de viagens em busca de recursos”, sustenta o presidente.
O resultado disso é ainda melhor quando considerado que no mesmo período, os vereadores conquistaram mais de R$ 6,5 milhões em emendas parlamentares. “Os levantamentos que fizemos mostram resultados além do esperado quando implantamos a proposta de economizar recursos da Câmara. Importante constatarmos também que mesmo sem a concessão de diárias, os vereadores não deixaram de cumprir seu papel”, avalia Dr. Panelli.
Apontando para os pares, os quais qualifica como “vereadores atuantes e verdadeiramente comprometidos com a responsabilidade de permitir que as grandes mudanças sejam implantadas na cidade”, Dr. Panelli lembra ainda que os investimentos iniciais, proporcionando meios dos colegas realizar um bom trabalho no exercício do cargo, foram imprescindíveis para o ganho coletivo.
“Só podemos contar com um trabalho qualitativo quando oferecemos meios. A Mesa agiu assim. Ajudamos os vereadores, proporcionamos boas condições de trabalho, meios de atender bem os munícipes, resgatamos a credibilidade da Câmara, tanto perante os demais poderes como e principalmente perante o cidadão. Com essas medidas, estamos unidos, prontos para votar o que for interessante ao desenvolvimento de Caieiras neste semestre”, completa.
Vice-presidente, Alemão da Barroca alertou que a tendência é exigir sempre mais do parlamento. “São vários projetos que virão até a Câmara. Vamos debater, analisar, discutir e fazer como sempre; privilegiar tudo quanto permitir avanços à sociedade desde que não se constate quaisquer prejuízos coletivos. Nossa responsabilidade será grande”, estima.
A intenção nos próximos meses do ano é dar continuidade ao trabalho na maneira que foi conduzido no primeiro semestre. “Estamos apoiando os projetos em benefício da população, estudando as principais demandas e em quais áreas poderemos contribuir melhor”, revelou o primeiro secretário da Mesa Diretora, vereador Régis do HC.
De acordo com o segundo secretário, vereador Birruga, as ações conjuntas permanecerão. “A presidência nos orientou e vamos seguir nesta ideia de todos os vereadores atuarem no sentido de conter despesas e dar bons exemplos. Estamos prontos para retomar os trabalhos”, completou.